Desvendar memórias: arquivos e história medieval

iemactiv_2016_desvendar_memorias

http://iem.fcsh.unl.pt/section.aspx?kind=noticia&id=1048

Garantes da conservação de uma memória histórica e coletiva, os arquivos públicos portugueses (municipais e/ou outros) conservam, em vários casos, uma importante documentação medieval passível de esclarecer temáticas associadas à história local, regional e nacional. Tais acervos têm vindo a ser perscrutados pela comunidade dos medievalistas, consoante o conhecimento das existências, o estado da documentação e as condições de acessibilidade o permitem. Para isso têm beneficiado do intenso trabalho desenvolvido pelos arquivistas em termos de catalogação, inventariação e disponibilização da documentação. No âmbito de um projeto de investigação em curso entre o Arquivo Municipal de Lisboa e o Instituto de Estudos Medievais da FCSH/NOVA, dedicado à exploração e divulgação da enorme riqueza dos fundos medievais relativos à cidade de Lisboa, entendeu-se ser muito importante refletir sobre a relação mais lata entre a Arquivística e a História, entre os arquivos municipais portugueses e os utilizadores da documentação medieval por eles custodiada. O presente congresso pretende constituir um espaço de debate, de partilha e sobretudo de reflexão sobre os desafios científicos que se colocam a ambas as disciplinas. Através de exemplos apresentados por arquivistas e historiadores pretender-se-á ponderar, por um lado, o papel que adquirem os arquivos municipais na arquivística portuguesa atual, bem como as problemáticas de conservação e de acesso à documentação medieval que conservam e, ainda, sobre as formas mais adequadas para a sua divulgação. Por outro lado, pretende-se associar a contribuição dos historiadores para o mapeamento das fontes medievais aí conservadas, bem como para a valorização dos seus conteúdos para o desenvolvimento do conhecimento histórico nacional e internacional. Sem pretender esgotar tais temáticas e sem esquecer as especificidades de cada uma destas disciplinas, este congresso propõe um retorno à velha questão do relacionamento entre arquivistas e medievalistas e às novas oportunidades de entendimento criadas por um quadro de apoio à investigação (bolsas, projetos de investigação, cursos universitários pós-graduados) propiciadoras de um crescente trabalho em comum.

COMISSÃO ORGANIZADORA

Amélia Aguiar Andrade (IEM/FCSH/NOVA) Denise Santos (AML/DPC/DMC/CML) Inês Morais Viegas (AML/DPC/DMC/CML) Mário Farelo (IEM/FCSH/NOVA) Marta Gomes (AML/DPC/DMC/CML) ENTRADA GRATUITA

iemactiv_2016_desvendar_memorias• INSCRIÇÃO PRÉVIA até 13 de novembro de 2016 Confirmação limitada à lotação da sala

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: